Menu

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

RESENHA #11 -Cidade das Cinzas (Vol.2 Instrumentos Mortais )

RESENHA DE CIDADE DAS CINZAS - CASSANDRA CLARE.

Clary Fray só queria que sua vida voltasse ao normal. Mas o que é “normal” quando você é uma Caçadora de Sombras assassina de demônios, sua mãe está em um coma magicamente induzido e você de repente descobre que criaturas como lobisomens, vampiros e fadas realmente existem? Se Clary deixasse o mundo dos Caçadores de Sombras para trás, isso significaria mais tempo com o melhor amigo, Simon, que está se tornando mais do que só isso. Mas o mundo dos Caçadores não está disposto a abrir mão de Clary — especialmente o belo e irritante Jace, que por acaso ela descobriu ser seu irmão. E a única chance de salvar a mãe dos dois parece ser encontrar o perverso ex-Caçador de Sombras Valentim, que com certeza é louco, mau... e também o pai de Clary e Jace.

Para complicar ainda mais, alguém na cidade de Nova York está matando jovens do Submundo. Será que Valentim está por trás dessas mortes? E se sim, qual é o seu objetivo? Quando o segundo dos Instrumentos Mortais, a Espada da Alma, é roubada, a aterrorizante Inquisidora chega ao Instituto para investigar — e suas suspeitas caem diretamente sobre Jace. Como Clary pode impedir os planos malignos de Valentim se Jace está disposto a trair tudo aquilo em que acredita para ajudar o pai?Nesse livro, continuamos acompanhando a descoberta de Clary Fray sobre o Mundo das Sombras.

->Acompanhamos suas descobertas sobre si mesma e sua familía, seus amigos e seu amor 'platônico' Jace Morgestern. Apesar de manterem distância um do outro, ainda mantém contato, eles aceitam que são irmãos e passam a se tratarem como tais.
Os laços entre Simon e Clary se estreitam, e ela busca refúgio em um relacionamento com ele. Mas Simon sabe que esse amor de Clary na verdade é simplesmente uma maneira de tentar manter distância de Jace.
Além de tudo isso, Clary tenta ainda acordar sua mãe de um coma induzido magicamente, e impedir que seu pai Valentim continue roubando os instrumentos mortais, não se sabe o propósito desses roubos nem das mortes das criaturas do Submundo. E Clary desconfia que a ironia exagerada de Jace seja um indicío de apoio ao Valentim.


Algumas das minhas frases favoritas neste livro:
"Acredito que estou no inferno, portanto estou." - Arthur Rimbaud.
"O beijo que vai libertar a menina é o que ela mais deseja" -Rainha Seelie

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário , adorarei responde-lo :)